VÍRUS HPV: PREVENÇÃO E TRATAMENTOS

VACINA CONTRA O VÍRUS HPV: UMA NECESSIDADE

Muito eficiente, segura e com raros efeitos colaterais, a vacina contra o papiloma vírus humano (HPV) representa um recurso muito importante e indispensável na prevenção das infecções causadas por esse vírus.

 

Produzida com técnicas de bioengenharia, essa vacina contém partículas não virais de DNA, que são muito similares ao DNA do vírus HPV.

 

A vacina contra o HPV é muito eficaz nas pessoas que não iniciaram a vida sexual. Indivíduos que já iniciaram a atividade sexual ou aqueles que já foram afetados pelo HPV e não querem desenvolver a doença novamente também podem ser beneficiados ao receber esta vacina.

 

Recomenda-se que as crianças recebam a vacinação a partir dos 11 anos de idade. A idade limítrofe para receber esta vacina é 28 anos. A duração do efeito protetor da vacina é de, no mínimo, nove anos após a aplicação inicial.
 

 

GENITOSCOPIA: DIAGNÓSTICO PRECISO E TRATAMENTO CORRETO NOS PACIENTES COM VÍRUS HPV

O papiloma vírus humano (HPV) é a doença sexualmente transmissível mais comum em todo o mundo. Acredita-se que quase metade da população mundial seja portadora deste vírus. A maioria das infecções pelo HPV não causa sintomas. Entretanto, infecções persistentes podem causar verrugas e tumores nos órgãos genitais externos, colo do útero, reto e canal anal.

 

Quando uma pessoa apresenta uma infecção muito persistente pelo HPV, é muito provável que seja portadora de pequenas lesões ou verrugas invisíveis, que são responsáveis pela perpetuação dessa doença.

 

O exame de Genitoscopia representa um recurso muito eficaz na detecção de infecções subclínicas (invisíveis), causadas pelo HPV. Com a aplicação de corantes (líquidos) na pele e por meio de um equipamento com lentes para amplificação das imagens (Genitoscópio), o médico assistente consegue identificar pequenas lesões, que habitualmente são imperceptíveis a olho nu. É durante a Genitoscopia que o médico consegue utilizar medicamentos específicos, realizar cauterização ou aplicar raios laser para destruir essas indesejadas lesões.